O livro "Quem mexeu no meu Queijo?" já vendeu mais de 26 milhões de cópias.

O autor, Spencer Johnson, conta uma parábola sobre Sniff e Scurry, que eram ratos, agiam por instinto e viviam num grande labirinto. Neste labirinto também viviam, Hem e Haw, os duendes. Estes usavam os seus cérebros para agir.
 
Todos encontram uma mina cheia de queijo e tinham alimentos em abundância.
 

Os duendes mudaram-se para perto da “mina” e relaxaram, acreditando que teriam alimento para o resto de suas vidas. Estavam felizes e seguros.

Os ratos, por outro lado, seguiram acordando cedo e percorrendo o trajeto de sua casa até a mina de queijos diariamente. Antes de saborearem o queijo, eles penduravam o tênis de corrida no pescoço, caso precisassem deles inesperadamente.

Até que um dia o queijo desapareceu. Em realidade foi acabando aos poucos mas os duendes não perceberam.

Por outro lado os ratos, assim que o queijo acabou, saíram para procurar mais queijo movidos por seus instintos.

Haw e Hem, os duendes, apenas reclamaram e esperaram o queijo aparecer novamente...

Mas o queijo não apareceu...

Em determinado momento Haw decidiu seguir o exemplo dos ratos e foi em busca do queijo apesar do medo de enfrentar o labirinto.

Hem não o seguiu e permaneceu estagnado, esperando… Ele se achava velho demais para recomeçar.

Ao londo da Jornada Haw escrever lições nas paredes do labirinto, na esperança de que Hen viesse ao seu encontro.

As lições eram as seguintes:

  • Se você não mudar, morrerá.
  • O que você faria se não tivesse medo?
  • Cheire o queijo com frequência para saber quando ele está ficando velho.
  • O movimento em uma nova direção ajuda a encontrar um novo queijo.
  • Quando você vence o seu medo, sente-se livre.
  • Imaginar-me saboreando o novo queijo, antes mesmo de encontrá-lo, conduziu-me a ele.
  • Quanto mais rápido você se esquece do velho queijo, mais rápido encontrará um novo.
  • É mais seguro procurar no labirinto do que permanecer sem queijo.
  • Velhas crenças não o levam ao novo queijo.
  • Quando você acredita que pode encontrar e apreciar um novo queijo, muda de direção.
  • Notar cedo as pequenas mudanças ajuda-o a adaptar-se às maiores que ocorrerão.

q?_encoding=UTF8&ASIN=8501112062&Format=

Pontos importantes sobre o livro:

  1. Mudanças acontecem;
  2. Procure antecipar as mudanças;
  3. Monitore as mudanças;
  4. Se adapte rapidamente as mudanças;
  5. Mude, entre em ação;
  6. Tenha prazer em enfrentar as mudanças.

Frase da semana: “Os analfabetos do século XXI não serão aqueles que não sabem ler e escrever, mas aqueles que não sabem aprender, desaprender e reaprender” - Alvin Toffler.

Procure compartilhar com seus amigos e principalmente se você acredita que este conteúdo pode ajudar alguém em específico.

 

Share | Download(Loading)

Play this podcast on Podbean App